Descubra como Minimiza o herpes sem sacrifícios

O herpes é uma doença que pode ser transmitida através do sexo ou ainda pelo simples beijo, ou seja; as pessoas não têm noção do que é o herpes e nem como podem pegar, já que a doença muitas vezes pode está camuflada já faz algum tempo.

Com isso muitas vezes temos ou pegamos sem saber se a outra pessoa têm ou pode transmitir para a gente, em alguns casos as pessoas sabem, mas desconhecem como tratar ou pior, não entendem a gravidade que esse tipo de doença pode causar no organismo.

Um dos piores fatos desta doença é que a mesma se manifesta nas horas mais indesejadas, ou seja; quando menos se espera, e sempre quando vamos ou estamos participando de algum evento ela mexe diretamente com a nosso imagem.

Quais os tipos de herpes existentes?

O herpes é um problema que traz bastante aborrecimentos principalmente para quem pega de alguém sem saber. Existem alguns tipos de herpes que devemos conhecer um pouco por precaução conosco e com o próximo.

Geralmente as pessoas que pegam herpes sofrem um pouco com a apreensão de que a mesma vai aparecer durante várias vezes no decorrer de sua vida e o pior aparecem em locais onde a visão de quem vê é muito grande. Com isso acaba por causar certo transtorno para a pessoa.

Inclusive, podemos dizer que existem dois tipos de herpes que são os mais conhecidos e mais fáceis de encontrar, são eles os mais simples do tipo 1 e 2, onde o tipo 1 é mais encontrado na região da boca, podendo também ser encontrado em outras partes do corpo. E o tipo simples 2 é mais freqüente nas partes genitais.

Também existe o herpes zoster, o popular cobreiro, este tipo pode ser mais grave, acometido de dores e podem dar o indício de algo bem mais grave como câncer e AIDS, este pode ser causado pelo vírus da catapora. Tal doença se trata de um vírus que é muito contagioso e acontece através do contato físico.

Lembrando que o herpes pode acometer tanto os homens como as mulheres, e nesses casos não tem como escapar, a não ser que você saiba ou pergunte para a outra pessoa se ela tem herpes, ou seja; uma coisa bem anormal, mais que faria muita diferença nas nossas vidas.

A prevenção

Para começar a pensar em se prevenir, primeiro precisamos saber que pegar herpes pode ser um caminho que indica baixa imunidade, e isso facilita o contágio da doença.

No primeiro momento podemos prevenir através de uma rotina que é bastante básica, mas, que na sua grande maioria não é acatada nem seguida praticamente por quase ninguém, que é a procura regulamentar de um médico para saber se está tudo bem com a sua saúde.

Através dessa consulta o médico vai te examinar e passar alguns exames para saber como andam as coisas e conseqüentemente tirar a sua dúvida caso haja, se tem ou não o herpes. Isso geralmente é o primeiro passo para se começar uma boa prevenção.

Temos ainda os preservativos, já que o herpes é considerado uma doença sexualmente transmissível, mas isso só resolve em parte seu problema, porque previne apenas um tipo de herpes que é o de tipo 2, aquele que aparece diretamente e especificamente nas partes genitais.

Para se previnir é necessário manter sua imunização em dia, ou seja; evitar adoecer ou pegar sol forte, em caso de praia se proteja, já que com uma imunização boa você pode evitar que o herpes fique se manifestando com freqüência, evitando assim constrangimentos maiores.

Ter o cuidado de estar sempre seguindo uma boa alimentação e manter uma higiene adequada também pode fazer com que a doença não se manifeste tanto.

O Tratamento

Acabar por completo é bem mais complicado do que se pensa, já que o vírus do herpes pode ficar no nosso organismo durante um bom tempo, mesmo que ele não se manifeste. O fato de não se manifestar não quer dizer que estejamos curados em definitivo.

Mesmo em casos de pessoas que podem apresentar os sintomas apenas uma vez na vida, isso não quer dizer que tenha solucionado por completo o problema, pois a pessoa sempre vai estar sujeita as manifestações do herpes.

Para isso é necessário que se faça um estudo detalhado dos sintomas e sinais para saber exatamente como pode ser tratado, já que os tipos mais comuns podem ser tratados de maneiras diferentes.

O fato de se tentar acabar de vez com o herpes vem sendo testado faz algum tempo pela medicina, mas existem casos de pessoas que sentem apenas uma vez o sintomas do mesmo e isso pode ser um bom sinal para se percorrer para um possível controle total do herpes.

Alessandra Soares – Acabar com Herpes.

Meu nome é Alessandra Soares e esta aqui é uma foto minha e de meu namorado. Por que eu estou lhe mostrando esta foto? Porque alguns dias antes desta foto ser tirada eu fui diagnosticada com herpes tipo 2 e ele terminou comigo. Ele disse que a culpa não era dele e que não queria arruinar sua vida.

“Como isso pode ter acontecido comigo?” Eu me perguntei. Eu não conseguia dormir. Na verdade, Roberto tinha sido apenas o segundo homem com quem eu tinha tido uma relação mais íntima.

Do nada alguns machucados apareceram em minhas nádegas. Eu não levaria isso muito a sério, mas o constante contato desses machucados com minhas roupas íntimas me deixavam louca. Mesmo quando meu médico tirou amostras de sangue e pele, eu estava mais aborrecida do que preocupada. Eu me senti como se ele estivesse me jogando um balde de água fria. Imagine minha surpresa quando perguntei sobre o resultado dos exames. Herpes? Eu me senti como se tivesse sido apunhalada no estômago. Tudo que eu pensava era: “Não pode ser de mim que ele está falando!”.

O Herpes parecia como uma sentença de morte em uma cela solitária.

O único modo de escapar da prisão do herpes seria morrer. “Tudo que nos podemos fazer é controlar as feridas”, dizia meu médico. Ele me receitou Aciclovir, e os machucados em minhas nádegas desapareceram. Mas isso não foi a única coisa que o Aciclovir me fez perder. Eu logo comecei a perder cabelo. E muito cabelo. Eu fiquei em pânico e perguntei ao meu médico. Ele me confirmou que Aciclovir realmente pode causar queda de cabelo, entre outros efeitos colaterais. Eu mudei para o Valtrex. Com ele, meu estômago realmente ficou rebelde. Eu não podia me concentrar em meu trabalho e meus colegas me cortaram de vários projetos. Eu tive que parar com o Valtrex ou meu chefe iria me despedir. Os machucados voltaram e eu estava arrasada. Os medicamentos que foram feitos para me curar tinham arruinado minha vida.

Depois de meses sofrendo eu cedi aos apelos de minha mãe e contei meu segredo ao meu pai. Sabe, meu pai é um dos médicos mais conceituados do Brasil. Se você nunca ouviu falar dele é porque ele realmente preza pela privacidade. Ele prefere ajudar o máximo de pessoas sem levar o mínimo de crédito. Médicos de todo o país enviam seus casos sem esperança para que ele os avalie. Eu pensei em pedir a ajuda do mesmo, mas estava realmente envergonhada. Agora, ele era minha única esperança.

Vai funcionar para você?

Dificilmente recomendamos algum produto no nosso site ou na revista. Neste caso, temos evidências de que funciona e de que nossos clientes teram uma satisfação de garantida.

Por esta razão, sentimos que nossos leitores iriam gostar da dica.

No mais, a empresa responsável pela venda do protocolo para eliminar as crises da herpes com Acabar com Herpes no Brasil confia tanto no seu produto, que oferece uma garantia de 100% de satisfação, basta entrar em contato com a empresa caso não esteja satisfeito ou satisfeita. Melhor ainda, entramos em contato com o fabricante e conseguimos um preço especial de lançamento, que você consegue obter clicando logo abaixo:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *